Peixes com "gosto de barro"

23/07/2014 15:18

Um dos problemas com as carpas é o "gosto de barro" que às vezes apresentam. Mas não só as carpas têm esse problema. Os curimbatás são considerados peixes de 2ª categoria por apresentarem normalmente esse gosto.
Sabe-se ainda que até as trutas que vivem em água super limpa podem ser desvalorizadas por apresentarem também essa característica. O "gosto de barro" é devido à presença de um óleo denominado "geosmina" (TAMASSIA & ZAMPARETTI, 1987), produzido por algumas algas azuis e verdes, decompostas por bactérias da Ordem Actinomycetalis (BRANCO, 1986). Tivemos numa ocasião, um atendimento a um criador de carpas onde a água mostrava-se semi-gelatinosa. O exame da água mostrou uma grande quantidade de alga azul Mycrocistis aeruginosa.
Em 14/08/99, houve uma solicitação para verificar o "gosto de barro" em tilápias. O exame da água mostrou a presença de algas principalmente de Peridinium sp, seguidas de Scenedesmus sp, Euglena sp e Rhizosolenia sp.
Peridinium sp pode ser responsável pelo gosto de barro ao ser destruído por actinomycetalis, problema também observado por técnicos da SABESP.
Para resolver esse problema são utilizadas as seguintes técnicas:

a) Depuração do peixe em água corrente antes do consumo
b) Controlar a ocorrência nos viveiros das produtoras de geosmina (algas decompostas por Actionomycetalis).
c) Industrialização do pescado.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!